segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Tapete de Sensações


Confeccionamos para o grupo um tapete de sensações utilizando uma variedade de materiais, como: Cds, plumas, plásticos coloridos, feltro, renda, pelúcia. Enfim, são diversas texturas, cores e até mesmo sons que as crianças exploram em contato com este material.


O bebê inicia suas experiências com o mundo por meio das relações que se estabelece a sua volta e principalmente pelo seu corpo, instrumento que está em constante descobrimento e que ele utiliza diretamente para descobrir o mundo. De acordo com Cisz (2010):

A criança começa a explorar seu corpo nos primeiros meses de vida. O corpo é verdadeiramente o órgão da aprendizagem, é a estrutura orgânica que serve de suporte para a aprendizagem. Todo o aprendizado passa pelo corpo. Ele é responsável pela captação das informações e pelo registro dessas informações. As crianças vão descobrindo o mundo e as pessoas a partir do contato físico e das suas ações. É importante encorajar as crianças a vivenciarem, a sentirem e a entenderem sua corporeidade numa constante relação com o meio e com o mundo. Por meio do corpo, ela percebe os sentidos, capta, recebe os sons, sente os cheiros e sabores. (CISZ, 2010)

É comum levarem objetos à boca, tocar e pegar tudo o que encontram. No espaço do NEI é nosso papel favorecer estas experiências, explorações de maneira segura e adequada para os bebês.



Nossa vivência com o tapete das sensações foi muito intensa, todos queriam conhecer aquela novidade, espremendo-se para chegar mais perto, tocar, puxar, deitar, colocar a boca e morder algumas partes.

Referências Bibliográficas


CISZ, Bernadete Wolff. A Criança e o seu Corpo. 2010. Disponível em: http://www.zigzigzaa.com.br/espaco-da-pedagoga/a-crianca-e-seu-o-corpo/ (Acesso em 31/07/2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário